segunda-feira, 4 de dezembro de 2006

Revelação

Olá!
Mais uma vez muito obrigada pelos vossos comentários. Começo-me a sentir integrada nesta comunidade light.
Começando pela pesagem da semana passada, perdi 100gr. Sim! Cem gramas! Nem eu acreditei, mas não desmotivei, nada disso! Tenho a consciência tranquila, tenho-me portado muitíssimo bem. Mudei o meu menu e por isso vou actualizá-lo.
Mesmo que não tenha perdido muito peso perdi volume, o que também é óptimo.
Tenho recebido imensos elogios pelo meu novo “eu”, e simplesmente adoro!

Agora mudando de tema. Vamos falar do meu peso.
Sinto que algumas de vocês não “acham” bem eu não dizer quanto peso.
E depois de tanta insistência da vossa parte eu vou contar-lhes tudo sobre o mesmo.
O meu peso para mim é tabu. Detesto falar nele, nunca falo nele. Fui para a operação a pensar que pesava Xkg e quando sai e me pesei deparei-me com Ykg.
As únicas pessoas que sabem quanto peso são o meu marido a minha mãe e os médicos que me acompanham.
E agora o porquê deste tabu. Isto pode parecer estranho, mas eu nunca tive grandes problemas quanto ao meu peso, o meu peso nunca interferiu com a minha vida pessoal, social ou profissional.
Tenho um marido que me ama mais que tudo, tenho uma filha maravilhosa que nos completa, tenho uma família que me ama, tenho poucos amigos mas muito bons, faço o que realmente gosto e me deixa realizada.
Em toda a minha vida, e não é tanta como parece, nunca fui descriminada por ter excesso de peso.
Eu olhava-me ao espelho e não via uma “gorda repugnante” como a maior parte se vê.
Eu sempre me arranjei, boa roupa, um bom perfume, bons sapatos, acessórios nunca são demais e o cabelo sempre arranjado. O meu peso não fez com que me desleixasse pelo contrário, já que era gorda tinha que ser minimamente apresentável!
É que apesar de gorda, obesa, sinto-me bonita! As pessoas que me rodeiam sempre me teceram elogios, e realmente ouvi muitas vezes das suas bocas “que pena, uma cara tão linda e tão gordinha”. Não vos vou dizer que gosto de ser gorda, nada disso! Detesto.
Sou uma pessoa bastante optimista, e tento tirar das coisas o melhor que há.
Fiz “N” dietas como referi no meu primeiro post, nunca nenhuma resultou e deixei-me andar, engravidei, tive a minha filha, desleixei-me e atingi a brutalidade dos 145,9kg. Fiquei em estado choque quando vi aqueles 3 números, aquele número enorme. Eu não me via assim tão obesa, simplesmente não me via. Alias, nem eu nem ninguém me dava aquele peso.
Actualmente estou com 124,4kg. Isto dói, ter chegado àqueles quilos todos, dói muito! É algo de que me envergonho. “Como é que foi possível?!” É esta a minha pergunta.
A batalha ainda é longa, mas sinto-me bem e confiante. Tenho força, muita força. Adoro viver, AMO viver! Amo tudo o que a vida me dá, mesmo as coisas más, tiro sempre algo de bom destas.
Espero que agora compreendam a razão de não ter dito o meu peso mais cedo, não foi com medo de me conhecerem, não foi com medo de represálias, o motivo está aqui, bem explícito.

Agradeço-vos uma vez mais pelo vosso apoio, tem sido muito importante nesta minha caminhada.

A ideia de colocar o blog em privado fica em stand by.

*** Quando fui internada o hospital ainda não tinha balança (acaba por ser um bocado ridículo mas é a realidade, actualmente já tem) e por isso disse que pesava 140kg, o peso que atingi na gravidez, no dia em que saí e me pesei deparei-me com os tais 145,9kg.

13 comentários:

Anónimo disse...

Linda antes de mais és mto corajosa por criares este espaço por n cruzares os braços e acima de tudo por quereres melhorar o teu corpo e facilitar a tua vida... acho te uma pessoa extremamente positiva, porque tal como dizes o peso n foi um obstaculo para n gostares de ti ou para deixares de te cuidar... só por isso estás de parabéns!
Sabes tenho a certeza que com o tempo vais atingir a tua meta, vais ganhar acima de tudo qualidade de vida e mto provavelmente vais receber mtos mais elogios dos que recebes agora!
Acho-te de uma grande coragem... n importa como atingiste esse peso, importa é que estás no caminho certo para atingires o que queres!
Beijinhos e mta força!

vitoria disse...

Olá!!

Tocou me o teu post e a experiência de vida! Admiro essa força e acima de tudo admiro a sensatez que transparece... parabéns!! Vou acompanhar mais regularmente o blog, ando sempre de fugida mas prometo ir passando cá...:)

Muita força e mtas felicidades*

Anónimo disse...

Olha....o mundo nao acaba amanha.....vai-se emagrecendo conforme se pode!!! E se quer...!!

Como vi escrito em qq lado...."nao ha tanto prazer em comer, como em ver vestidas as calças que se quer".

Portanto força aí!
J.

Anónimo disse...

Olá Mishi! :)

Fiquei contente com este post de "revelação"!! Agradeço-te pela coragem e espero que nunca te arrependas desta tua decisão! Não é por teres o peso que tens que as pessoas te vão tratar de diferente maneira! Porque é que uma pessoa com 5 ou 10 kilos a mais deve ser tratada de diferente maneira de quando esse excesso de peso é maior!? 10 kilos é "aceitavel", mas 20, ou 40 ou mais não é??

Aqui estamos todos para apoiar e ajudar no que for preciso.

O importante é que sempre te valorizaste e gostaste de ti como eras, magra ou gorda! E agora que começas a vencer a batalha contra os kilos, cada vez vais gostar mais de ti e ficar orgulhosa por também estares a controlar esta faceta da tua vida.

Por isso é continuar para a frente que vais no bom caminho e isso é que importa agora! :)

Coragem e força para a caminhada :)Vou estar aqui sempre para te dar apoio!

Beijocas,

Rui

Lurdes Casaca disse...

Ola!
É a primeira vez que escrevo, mas não queria deixar de manifestar a minha admiracao pela sua sua força e coragem. Gostava de ter metade dessa coragem para tambem conseguir alcançar os meus objectivos. Ainda nao fui operada, estou a comecar o meu processo agora, mas dou por mim a pensar se vou conseguir ser tão regrada assim. Eu tal como a Mishi também tenho uma familia linda. Tenho um marido que me ama, que me apoia na a minha decisao de ser operada, mas por uma questao de saude e nao de estética porque ele diz que ama de qualquer maneira. Tenho duas filhas lindas que nos enchem de alegria. Mas nao me sinto bonita, sinto sempre vergonha de estar entre amigos porque acho sempre que sou a mais feia, a mais mal vestida do grupo. Por isso vem sempre aqui ao seu blog para encontrar força para mudar a minha atitude e espero conseguir. Desculpe o meu desabafo. Muitos Parabéns e muito obrigada...

Lurdes

Anónimo disse...

...boasssssssss!!!
é a primeira vez que apareco no teu cantinho!!!

Adorei a tua coragem,o teu gosto pela vida e o facto de teres decidido partilhar com a comunidade o peso!!!

eu passei mais ou menos pelo mesmo!!Não tinha a minima noção que estava com um peso tão elevado!!como tu dizes nunca me vi gorda e sempre me achei super agil(e bonita até)até que um dia tive de subir para a balança....baaaaa!!caiu tudo!!!98,5!!!hj já emagreci uns kilitos mais ainda tenho uma longa batalha!!

acho, apesar de não te conhecer bem que deves ser uma pessoa 5 estrelas!encaras o peoblema de uma forma que até agora nunca tinha visto!!
desejo-te a maior força do mundo!!

beijocas enormes!!
keep going!

ximiusa disse...

Bem!!
com mulheres d garra como tu, sinto-me uma pulguinha!!
é um peso mto grand, compreendo qe bnao kisesses revelar.
Obrigada por o teres feito.
Agora o facto de te tratares bem, d te arrnajares d teres toda a tua familia isso sim é de realçar. o peso nao t impediu d nada.
eu n posso dizer o mesmo, spe vivi a sombra da gorda. e olha k ao fim e ao cabo nem spe fui gorda.
e um dia pensei: k s lixe s sou gorda vou cagar pa tudo. e xeguei aos 100.
Agora disse: ora essa, nao posso dar um prazer tao grande a todos os k me kerem mal. hei-d ficar magra!
sou lunatica nao sou?

Anónimo disse...

Vi este blog 1 ou 2 vezes ainda nao tive tempo para ler muito, mas consegui ler os ultimos posts e pareces uma grande mulher, não importa o peso, importa sim o teu testemunho que me dá forças. Vou colocar um balão gástrico no próximo dia 13 e blogs como o teu, dizem-me que tudo é possível, uns dias mais outros menos, mas o importante é acreditar em nós.
Boa sorte na tua batalha.

Gioconda disse...

Cheguei num dia importante já vi, dia de revelações... e adorei ver a força que tens de viver, o amor que tens pela vida e pela tua familia, isso é o mais importante de tudo, o peso.... é importante também não so por questões de estética mas essencialmente por questões de saude. Não consegui perceber que idade tens, mas para termos uma velhice saudavel é necessário tentarmos fazer por isso, e passa também pelo peso, a minha mãe tem 70 anos e 100 quilos e a irmã que vive com ela tem 75 e 60 quilos e a qualidade de vida que a minha tia tem nem se compara com a minha mae que usa canadianas e não pode sair a rua sozinham so isso já diz muito não é verdade?
Mas gostei do teu blog e vou voltar. Beijinhos

No Sugar disse...

Olha gostei muito do teu testemunho..
E gostei de saber que tinhas paz e felicidade interior mesmo quando tavas gorda..é para isso que muito boa gente emagrece ;) e tu gordinha já a tinhas (sim, 'tinhas' passado, porque cada vez mais vais-te afastando dessa condição :)

Beijitos e muita força*

Anónimo disse...

Olá Mishi! :)

Passei para desejar um optimo fds prolongado!

Estava a ler novamente o teu post e lembrei-me que ás vezes temos tipo um filtro entre a nossa imagem e a realidade. Nós olhamos para nós, sabemos que estamos um "bocado" pesados, mas nunca nos apercebemos de como realmente estamos. Isso pelo menos acontece muito comigo. Vamos acumulando o peso tão gradualmente que nos vamos habituando a mais 5 kilos...e depois a mais 4 e depois mais 6...que às tantas perdemos a noção. Por isso muitas vezes só quando vemos fotos nossas é que nos apercebemos da diferença de há uns anos.

Mas o importante é "acordarmos" e fazer por mudar. Nao importa se temos 20, 30 ou 70 anos! De facto a nossa qualidade de vida tb passa pelo peso, e por muito que a gente se convença de que somos felizes com qq peso, isso na maior parte das vezes nao é verdade. Eu sempre fui bem disposto e brincalhão com qq peso, mas sinto-me muito melhor quando estou mais magro.

Beijocas e muita força para a proxima pesagem! Espero que a balança seja mais generosa desta vez! :)

Rui

Meg disse...

oi =)

parabens pela coragem!

eu acho q é q cada um aqui revela o q quer, e se n te sentias preparada para revelar quanto pesas só tinhamos era d aceitar isso.

a tua maneira de te veres só revela 'inteligencia' e gosto pela vida.

o hospital sem balança ^.^'

vais vencer esta luta, e vais mesmo !

"Em toda a minha vida, e não é tanta como parece" eu n queria chamar velha no cmentário anterior... desculpa

bem =)
bom feriadooo
beijinhos*

patrícia disse...

Olá :)
Fiz uma citação (devidamente linkada) deste seu post no meu blog. Espero que não se importe...